EstratégiasFerramentas

Buy and Hold: O que você precisa saber sobre essa modalidade

Nascido durante a Grande Depressão, Warren Buffett começou a comprar ações quando tinha apenas 11 anos de idade. Desde então, ele fez progressos consideráveis:​ seu patrimônio líquido, atualmente, é de aproximadamente US$ 75 bilhões. Uma das chaves para o sucesso de Buffett foi a estratégia Buy and Hold, com a qual os investidores continuam sempre a investir visando alcançar um crescimento de longo prazo.

Mas como funciona, afinal, o método Buy and Hold? Quais são os seus pontos fortes e fracos? Quais são as melhores ações para Buy and Hold? Neste artigo, exploramos essas e outras questões relevantes para quem deseja conhecer a fundo a estratégia Buy and Hold.

O que é a estratégia Buy and Hold?

A estratégia de Buy and Hold é um método de investimento passivo caracterizado pelo fato de os investidores comprarem ações e outros títulos (tais como papéis de fundos de investimentos) e os manterem por um longo tempo.

Artigos relacionados

Ao adotarem essa estratégia, os investidores acreditam que, apesar de quaisquer flutuações de mercado no curto prazo, os títulos provavelmente gerarão retornos de investimentos no longo prazo. Eles acreditam que são capazes de, por um longo período de tempo, lidar satisfatoriamente com eventuais quedas de curto prazo que o mercado possa apresentar.

Existem, inclusive, algumas evidências que apóiam essa ideia. Muitas análises mostram que os papéis de empresas, na média, geram lucros em prazos de pelo menos 15 anos. Logicamente, isso não irá ocorrer sempre. No entanto, uma cesta de ativos bem balanceada tende a tornar esta uma estratégia relativament segura.

Gestão ativa x gestão passiva

Uma diferença clara entre o método Buy and Hold e as estratégias de negociação voltadas ao curto prazo é a forma de gestão dos fundos. Em geral, dizemos que a estratégia Buy and Hold é passiva, enquanto o day trading, por exemplo, é ativa.

A estratégia de investimento ativa requer que o gestor do fundo avalie sua carteira todos os dias. Nesse caso, ele pode comprar e vender ações num curto espaço de tempo, esperando que elas se valorizem rapidamente e suficientemente para compensar a saída do mercado. Embora muitos gestores de fundos sejam capazes de superar o mercado, há quem diga (com algum fundo de razão) que o oposto disso é o cenário mais provável.

Por outro lado, as estratégias consideradas de investimento passivo refletem, em geral, os principais índices existentes, como o S&P 500 (dos EUA). As carteiras de investimento normalmente são compostas por ações entre aquelas que já fazem parte de índices importantes.

À medida que um índice sobe e desce, o mesmo ocorre com a carteira de investimentos. A ideia por trás dos investimentos do tipo passivo é que, caso os investidores mantenham uma carteira por tempo suficiente, ela tende a ganhar valor e gerar lucros expressivos.

Vantagens da estratégia Buy and Hold

Há muitos benefícios em adotar uma estratégia Buy and Hold. Eles incluem, por exemplo, maior simplicidade, economia em impostos e a tranquilidade que gera para o investidor. A seguir, falamos sobre cada um desses aspectos, entre outros elementos relevantes.

Simplicidade

Devido à sua natureza passiva, a estratégia Buy and Hold pode se encaixar muito bem em investimentos como fundos de baixo custo baseados em índices. Esse tipo de fundo fornece aos investidores uma cesta de investimentos diversificada, ajudando-os a construir carteiras sólidas e com potencial de crescimento.

Uma vez posicionado, o investidor deve apenas acompanhar o desempenho e fazer alterações pontuais, se for necessário. Simples assim!

Impostos

Quando os investidores vendem uma ação ou outro título do mercado financeiro, eles devem pagar impostos sobre ganhos de capital. Obviamente, isso só ocorre quando a ação se valoriza, mas vamos trabalhar com o cenário mais otimista aqui. O que importa é: quando falamos em impostos sobre investimentos de longo prazo, a grande vantagem é o fato de eles serem menores que em investimentos de curto prazo – ou mesmo inexistentes.

Letras de Crédito Imobiliário (LCIs) e Letras de Crédito do Agronegócio (LCAs), por exemplo, são isentas de imposto de renda (IR). Já outras formas de investimento, como CDBs, ações e debêntures, assim como participações em fundos, têm alíquotas conforme a tabela regressiva do IR. Para prazo até 180 dias, por exemplo, o imposto fica na faixa dos 20%. No entanto, esse valor chega a um mínimo de 15% em investimentos com prazo superior a 721 dias de sua aplicação.

Outras economias

Uma estratégia Buy and Hold pode levar a outras economias do dinheiro dos investidores. Muitas vezes, as corretoras cobram taxas por operação realizada, por exemplo, ou nos meses em que houve movimentações na carteira do cliente. Caso o investidor siga uma estratégia de negociação passiva, sem compras e vendas frequentes, essas taxas podem ser reduzidas ao mínimo. Ao final de alguns anos, essa economia pode ter um impacto importante sobre o resultado do investimento.

Tranquilidade

Ao operar no curto prazo, muitos investidores sentem o desgaste emocional de lidar com decisões importantes em pouco tempo (e o tempo inteiro). Assim, é natural que essas decisões muitas vezes sejam baseadas em emoções perigosas, como o medo ou ganância. 

Quando o mercado cai, muitos traders entram em pânico e retiram fundos do mercado apressadamente. Isso pode travar perdas, certamente, mas também tende a minar ganhos que os investidores poderiam ter no horizonte. A tendência de seguir as emoções em vez de guiar-se pelo pensamento racional pode minar planos de investimento e comprometer os lucros. Nesse sentido, uma estratégia Buy and Hold oferece justamente o inverso.

Se um investidor já decidiu que não venderá ações em alguns anos ou mesmo décadas, mesmo que as condições de mercado se tornem difíceis, ele não precisa se preocupar em tomar decisões de compra e venda de curto prazo. Além de protegê-lo de decisões precipitadas, essa estratégia dá maior tranquilidade e preserva a estabilidade emocional dos investidores.

Proteção contra crises

Este é um ponto mais polêmico, já que também pode ocorrer o contrário, mas é importante destacar o fator segurança que os investimentos de longo prazo podem promover. Caso opte por fundos no exterior, principalmente em dólar, os investidores tendem a ficar mais protegidos da instabilidade econômica no Brasil.

Isso depende, claro, do contexto. No entanto, considerando os últimos anos, principalmente, parece claro que o dólar é uma moeda mais interessante para quem deseja proteger seu dinheiro e manter o poder de compra e investimento no exterior.

o dinheiro cresce fora da terra
Dinheiro cresce fora da terra

Desvantagens da estratégia Buy and Hold

É claro que existem, também, alguns riscos e desvantagens ao adotar uma estratégia de investimentos e ações Buy and Hold. A seguir, falamos sobre alguns dos aspectos mais sensíveis ao optar por essa estratégia no mercado financeiro.

Perda de liquidez

A estratégia Buy and Hold tira muito da flexibilidade do investidor, o que gera uma grande perda de liquidez. Afinal, os investidores colocam dinheiro em aplicações no mercado e depois ficam sem tocá-lo por muitos anos.

Portanto, alguns custos de oportunidade podem estar envolvidos, pois em tese os recursos posicionados no mercado não podem ser utilizados para nenhuma outra finalidade. Obviamente, é esse o objetivo de investir numa estratégia Buy and Hold, desde que o trader não caia na tentação de abandonar seus títulos antes da hora. No entanto, isso significa ver outras oportunidades passando sem volta.

Risco de mercado

A estratégia Buy and Hold não protege os investidores do risco de mercado totalmente, afinal, nunca há 100% de certeza no mercado financeiro. Portanto, também aqui há algum nível de risco de perdas devido às flutuações do mercado. Quando um investidor se prepara para retirar dinheiro de um investimento de longo prazo, o mercado pode simplesmente entrar em colapso. Já pensou isso ocorrendo quando você estiver prestes a se aposentar?

Uma carteira de investimentos devidamente equilibrada e diversificada pode livrar os investidores de riscos excessivos de mercado. No entanto, é importante ter em mente que eles nunca serão totalmente nulos.

Reter insucessos

Ações ou fundos que apresentam desempenho consistentemente inferior podem acabar em sua carteira, e nem sempre é possível fazer algo a respeito. Caso os investidores não sejam cuidadosos, uma estratégia Buy and Hold pode fazer com que um investimento dure muito tempo, mas com papéis cujo desempenho deveria ser evitado.

Por isso, é importante estudar cuidadosamente as situações de bastidores antes de adquirir ações ou entrar em fundos de investimento. Saber como, exatamente, uma empresa ou fundo é administrado pode ajudar a determinar seu risco e evitar um longo período de sofrimento.

Além disso, check-ins regulares podem muitas vezes ajudar os investidores a manter seus investimentos atualizados e livres de frutas podres. Se, após muito tempo, o investimento parecer inadequado, os investidores podem substituí-lo por algo mais alinhado com seus objetivos de investimento.

Quando vale a pena a Buy and Hold?

Um plano financeiro de sucesso é projetado com os objetivos do investidor, prazo e tolerância ao risco sempre em mente. A estratégia Buy and Hold é mais adequada para investidores que realmente têm uma perspectiva de longo prazo.

Isso pode soar especialmente atraente para quem tem objetivos ambiciosos para o longo prazo, como guardar dinheiro para os filhos cursarem uma universidade ou pensando em sua própria aposentadoria. A visão de longo prazo oferece aos investidores a oportunidade de evitar a volatilidade característica do mercado no curto prazo. Além disso, permite aproveitar os ganhos de longo prazo dos principais títulos em portfólio.

Caso você tenha planos para o curto prazo ou precise manter o dinheiro disponível para eventualidades, evite estratégias de longo prazo. É importante ter sempre uma reserva de liquidez disponível, por exemplo, para emergências. Além disso, não faz sentido entrar num investimento longo se o seu desejo é comprar um carro ou casa em dois anos ou menos.

Equilibrando as ações

Mesmo que você opte pela estratégia Buy and Hold, é importante ter em mente que ela não tira toda a sua margem para alterar, eventualmente, o curso das coisas. Afinal, você ainda tem o poder de trocar parte dos seus investimentos uma vez ao ano ou a cada trimestre, por exemplo, caso sinta a necessidade de reequilibrar os títulos.
No entanto, ao fazer isso, é importante não perder a perspectiva do longo prazo. Caso você queira substituir ações por outros títulos (como, por exemplo, em momentos de saturação do mercado), faça isso tendo em vista a valorização esperada no mesmo horizonte das ações e títulos que você irá manter em sua carteira. Senão, ela pode se tornar pouco consistente com o tempo.

Ads

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo