GlossárioInvestimentos

Ibovespa: o que é e como funciona o principal índice da bolsa

Entenda o que é o Ibovespa e qual a sua importância para o mercado de ações brasileiro. Saiba como funciona e como interpretar o índice Ibovespa em seu trading diário.

Se você já teve algum contato com o mercado acionário no Brasil, então é possível que já tenha ouvido falar sobre o Ibovespa. Afinal, estamos falando sobre aquele que é, simplesmente, o principal índice de ações do Brasil. Todo trader diário está acostumado a acompanhar o seu desempenho para sentir como está o momentum do mercado e planejar os próximos movimentos estando bem informado sobre as condições de negociação.

Mas afinal, o que é o índice Ibovespa e como ele funciona? Além disso, como é calculado o índice Ibovespa e quais vantagens um trader pode ter ao acompanhá-lo? Neste guia sobre o tema, procuramos responder a essas e outras dúvidas comuns de nossos leitores.

O que é um índice?

Para começar, precisamos compreender bem do que se um índice. Afinal, até mesmo esse conceito, simples à primeira vista, é estranho a muitas pessoas que atuam no mercado de ativos. Apesar disso, compreender a lógica por trás dos índices é fundamental.

Um índice, na área financeira, é um indicador que tem como função expressar o estado geral de um mercado ou setor específico, entre outros alvos de interesse de investidores e demais agentes econômicos. Alguns exemplos famosos são o índice Dow Jones, que reúne cotações de 30 empresas norte-americanas líderes em seus setores, e o Nasdaq Composite, composto por cotações de 100 empresas listadas na bolsa Nasdaq.

No mercado de ações, portanto, os índices são formados pelas cotações de diversas empresas conforme uma fórmula pré-definida e consistente ao longo do tempo. Os responsáveis por um índice pensam nos critérios de sua fórmula conforme o interesse que têm em determinados ativos e o que desejam representar.

Algumas decisões, durante o preparo ou atualização de um índice, dizem respeito a:

  • Ações que terão suas cotações incluídas no índice
  • Critérios que podem levar à inclusão e/ou exclusão de determinadas cotações do índice
  • Peso de cada cotação no índice (e se há uma hierarquia entre elas)
  • Quem ficará responsável pela coleta dos dados e cálculo do índice
  • Regras em geral para garantir um bom funcionamento e a relevância do índice

O que é o Ibovespa?

Mesmo que este seja um termo conhecido no mercado financeiro do Brasil, muitas pessoas não entendem bem do que trata o índice Ibovespa e de onde ele saiu. No entanto, é importante conhecer bem sua história e importância prática nas negociações no mercado de ações. Assim, você poderá usá-lo como base para uma análise fundamentalista e contará com uma base forte em suas próximas movimentações.

O Índice Bovespa, mais conhecido como Ibovespa, é o indicador mais importante do desempenho das ações que são negociadas na B3, que compreende Brasil, Bolsa e Balcão. É formado pelo desempenho médio das cotações das ações que tiveram o maior volume de negócios nos últimos meses. 

Seu valor presente representa, em moeda corrente, o quanto vale uma carteira hipotética de ações cuja constituição tenha se dado a 2 de janeiro de 1968. Ao longo do tempo, no entanto, as ações que a compõem podem ser trocadas pelos papéis de outras empresas, conforme o volume negociado. Ou seja, a cesta de ações que a compõem não é fixo e obedece a critérios objetivos de manutenção e substituição.

Ações que compõem o Ibovespa

Também conhecido pela sigla IBOV, o Ibovespa foi criado justamente em 1968 e leva o nome da antiga Bolsa de Valores de São Paulo, a Bovespa. Desde então, a própria Bovespa mudou de nome. Em 2017, a Bovespa foi fundida com a Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F) e passou a se chamar B3. No entanto, o nome de seu índice mais famoso foi preservado.

O Ibovespa é composto por algumas dezenas de ações. Ao longo da história, 166 ações diferentes fizeram parte do índice. Para efeito de comparação, atualmente, cerca de 500 ações são comercializadas na B3. O Ibovespa é baseado numa amostra que costuma representar entre 10% e 15% dos papéis comercializados na bolsa. No entanto, seu peso é de cerca de 85% do volume negociado.

Outros critérios para a escolha dos papéis incluem ter 95% de presença nos pregões, não configurar penny stock e corresponder a 0,1% do volume financeiro considerando o mercado à vista (como lote-padrão).

Em julho de 2021, o Ibovespa incluía 14 cotações de 13 empresas desde a sua criação:

  • Banco do Brasil (BBAS3)
  • Bradesco (BBDC4)
  • Bradespar (BRAP4)
  • Braskem (BRKM5)
  • Cemig (CMIG4)
  • CSN (CSNA3)
  • Embraer (EMBR3)
  • Gerdau (GGBR4)
  • Itaú (ITUB4)
  • Itaúsa (ITSA4)
  • Petrobras (PETR3 e PETR4)
  • Sabesp (SBSP3)
  • Usiminas (USIM5)

É fácil notar, portanto, que o Ibovespa inclui os papéis das principais empresas do Brasil, independentemente do setor de atuação. Entre suas vantagens, está a de trazer um retrato abrangente da economia brasileira, cobrindo diferentes setores, os quais podem estar mais ou menos representados em determinados momentos.

como é calculado o indice bovespa

A fotografia dos papéis listados há mais tempo no Ibovespa indica, no entanto, um forte peso do setor bancário e das empresas ligadas à exploração de minérios e petróleo. Isso mostra, sem dúvida, a importância do setor exportador para o Brasil. No entanto, empresas como a Braskem e a própria Gerdau também sinalizam para a relevância que o setor de transformação ainda tem para a economia nacional.

Como é calculado o índice Ibovespa

O Ibovespa é formado a partir do peso de cada ação na carteira hipotética que lhe serve de base. Multiplica-se o peso da ação pela sua cotação no dia, então a soma de todos os resultados leva ao número que representa o índice do Ibovespa a cada instante. Ou seja, ele é um resultado da média ponderada dos desempenhos de cada ação.

O Ibovespa é calculado a todo instante, uma vez que os preços das ações também estão sempre se alterando, conforme a oferta e demanda por papéis. Esse cálculo, logicamente, é feito de forma automática. O indicador, então, reflete a cada minuto se as ações representadas se valorizaram ou desvalorizaram ao longo do tempo. Com essa amostra, procura-se estimar o comportamento geral das ações na B3.

As ações que compõem o Ibovespa são avaliadas novamente a cada quatro meses, conforme seu desempenho recente. O rebalanceamento da composição do índice é realizado sempre na primeira segunda-feira dos meses de janeiro, maio e setembro. Durante a reavaliação, são analisados os últimos 12 meses do desempenho das ações de cada empresa que está no índice.

Aplicações do Ibovespa

Um índice financeiro é apenas uma referência e representa uma parte específica da bolsa de valores. Dito isso, tem uma grande importância para os traders, uma vez que auxilia em diferentes aspectos da análise de investimentos.

Por exemplo, o Ibovespa atua como um termômetro para o desempenho de certas ações ou carteiras de ativos financeiros. Ele permite que os investidores saibam se conseguiram investir com a mesma eficiência do indicador de referência. A referência padrão para o mercado financeiro é o CDI, mas esse é um índice geral. Um indicador como o IBOV aproxima o trader da cotação da Bovespa de modo mais aproximado.

Pensando no futuro Ibovespa também pode ser um apoio e tanto para as decisões do trader em relação a novas operações. Afinal, uma queda/alta generalizada das ações normalmente irá refletir no Ibovespa no momento em que ocorrer. Em consequência disso, colocará pressão sobre as expectativas dos agentes, que poderão ficar mais ou menos otimistas em relação à operação com diferentes papéis da bolsa.

Essa influência que índices financeiros, bem como outras informações do mercado, podem ter sobre a expectativa dos agentes constitui um campo interessante do pensamento econômico. Um dos aspectos estudados, nesse sentido, é a ocorrência de ralis derivados de um contínuo otimismo (ou pessimismo, dependendo do instrumento financeiro) em relação a certos ativos. Muitas vezes, esse comportamento é reproduzido continuamente e se descola do “lado real da economia”.

Onde investir no Ibovespa

O Ibovespa é um indicador importante para investidores brasileiros. Já falamos muito sobre o quanto ele auxilia os traders a analisar desempenho de investimentos passados e a prospectar oportunidades de investimentos futuros. No entanto, também é importante levar em conta que se pode investir no próprio índice, utilizando alguns instrumentos específicos.

Contrato futuro Ibovespa

Os contratos futuros do Ibovespa são um modo de negociar sobre as expectativas futuras relacionadas ao mercado de ações. Eles permitem que você invista em ações de diferentes tipos sem ter que comprar todas as ações individualmente.

O código para negociação do Ibovespa na B3 é IND. Ele varia em pontos, em vez de reais, como é o caso das ações, por exemplo. Um ponto do Ibovespa Futuro é igual a R$1,00. O tamanho do contrato é dado pelos pontos da cotação atual, que são multiplicados pelo valor de cada ponto.

Mini Índice Bovespa

O minicontrato de Ibovespa é um contrato futuro voltado para pequenos investidores. Seu aporte e lote mínimo são menores do que os de um contrato cheio. O código para representar sua negociação é WIN. Um ponto WIN equivale a R$0,20, enquanto o lote mínimo para negociações é 1 contrato. Por meio desses minicontratos, os traders podem iniciar uma jornada de investimento em derivativos.

ETF

Um Exchange Traded Fund (ETF) ou Fundo Negociado em Bolsa é um fundo de ações que tem como objetivo replicar a carteira de um índice de referência como o Ibovespa. Os investidores podem comprar cotas de um ETF e realizar transações de maneira diversificada, com baixo custo e alta liquidez.

Como alguns ETFs replicam a carteira do Ibovespa, eles podem ser usados ​​como alternativa para investimentos nesse índice.

Finalmente

O Ibovespa serve como base para diversos produtos financeiros e possibilidades de ganhar dinheiro no mercado acionário e de modo indireto a ele. No entanto, é preciso compreender devidamente sua dinâmica interna antes de aplicar seu dinheiro em um índice que reúne tantos papéis diferentes. Releia nosso guia e boa sorte!

Image

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detected

Por favor, desactivar o ADblock. Caso contrário, não poderemos mostrar toda a beleza do conteúdo desta página.