CorretoresGlossário

Taxa de corretagem: o que é e como funciona

Saiba o que é, como funciona e quais são os tipos de taxa de corretagem. Entenda como funciona a taxa de corretagem em bancos e corretoras de valores.

A taxa de corretagem ainda é um dos elementos mais importantes na hora de decidir entre diferentes corretoras para investir. Afinal, as taxas de corretagem representam um dos principais custos para quem pretende investir em renda variável.

Neste guia, contamos tudo o que você precisa saber sobre o assunto.

Artigos relacionados

O que é taxa de corretagem: definição

A taxa de corretagem funciona como uma comissão que o cliente paga para um intermediário auxiliar na negociação de ativos.

Se você já comprou ou vendeu um imóvel com a ajuda de um corretor, por exemplo, sabe que é necessário pagar uma comissão por esse serviço. O mesmo vale para ativos financeiros. Nesse caso, porém, estamos falando de corretoras de valores, bancos e outras instituições autorizadas a fazer a intermediação de ativos.

Como não é possível investir na bolsa sem os serviços de uma corretora de valores, o cliente normalmente terá algum custo com intermediação financeira.

Quais são as regras da taxa de corretagem?

No Brasil, as corretoras têm liberdade para definir suas taxas de corretagem. Ou seja, as instituições podem propor modelos variados de cobrança. Por isso, é importante sempre conferir a tabela de custos da sua corretora.

Valor fixo

A taxa de corretagem com valor fixo é aquela que não varia conforme o tamanho da operação ou o volume de transações.

Quando a taxa de corretagem é cobrada com um valor fixo por operação, o investidor pagará um mesmo valor para a corretora cada vez que comprar ou vender uma ação, por exemplo. Em alguns casos, a corretora pode oferecer descontos para operações que ultrapassem determinados valores, como forma de incentivo.
Há também corretoras que cobram uma taxa de corretagem fixa por mês. Desse modo, beneficiam os traders que operam com uma frequência maior. Muitas vezes, esses planos vêm na forma de um pacote com um limite mensal de operações.

Porcentagem

No caso das taxas de corretagem variável, o valor cobrado pelas corretoras é uma porcentagem do valor da operação. Portanto, quanto maior for o valor da operação, maior será o custo do trader.

Quando a taxa de corretagem é calculada como um percentual, fica mais fácil para o investidor estimar seu ganho líquido com um investimento. Afinal, esse custo sempre será proporcional ao volume de compras/vendas realizadas.

Por outro lado, a taxa de corretagem pode tornar muito alto o custo de quem negocia um valor considerável, em comparação com a taxa fixa.

Fixo mais porcentagem

Alt: Taxa de corretagem em ações

Como funciona a taxa de corretagem

A forma como é cobrada a taxa de corretagem pode variar conforme o tipo de investimento. A seguir, contamos como é a cobrança para ações e contratos futuros, ressaltando as diferenças em cada caso. No entanto, recomendamos que você consulte a tabela completa da sua corretora para conferir possíveis diferenças em outros ativos.

Taxa de corretagem em ações

Na corretagem de ações, as corretoras costumam levar em conta as ordens (de compra e venda) dos investidores. Nesse caso, tanto faz o número de ações compradas ou vendidas em cada ordem, por exemplo.

Caso a corretora cobre uma taxa fixa por mês, você só precisará cuidar para não ultrapassar um eventual limite de operações definido pela corretora. Se ficar dentro desse limite, não fará diferença para você ter realizado 10 ou 100 ordens em um mês.

Se a corretora cobrar um valor percentual, a taxa será proporcional ao total do valor transacionado, seja ele qual for. Algumas corretoras oferecem descontos na taxa de corretagem para negociações acima de certos valores. Além disso, há corretoras que praticam uma taxa híbrida.

Taxa de corretagem em contratos futuros

No caso dos contratos futuros, a cobrança da taxa de corretagem é um pouco diferente. Em vez de cobrar por ordem realizada, por exemplo, a corretora cobra por contrato – mesmo que você negocie diversos contratos em uma mesma operação.

Além disso, as taxas podem ser diferentes se o trader está negociando contratos cheios ou minicontratos – uma opção mais em conta para facilitar a entrada de investidores menores. Os contratos futuros, no caso, são derivativos de commodities, índices, moedas e outros ativos do mercado futuro.

Tabela Bovespa de Corretagem

Por mais que, atualmente, as corretoras sejam livres para definir suas taxas de corretagem, nem sempre foi assim no Brasil. Até 2000, esteve em voga a Tabela Bovespa de Corretagem Variável, que estabelecia um teto para as taxas de corretagem.

Após sua extinção pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), a tabela seguiu servindo como parâmetro para muitas instituições. Por isso, é interessante conhecê-la:

Volume diário de transaçõesTaxa em porcentagemTaxa adicional
Até R$135,07R$2,70
De R$135,08 a R$498,622%
De R$498,63 a R$1.514,691,5%R$2,49
De R$1.514,70 a R$3,029,381%R$10,06
Mais de R$3,029,390,5%R$25,21
Tabela Bovespa de Corretagem

Quem aplica taxas de corretagem?

Atualmente, é possível investir no mercado financeiro por meio de bancos e corretoras de valores. Conheça a seguir as principais diferenças entre os dois tipos de intermediários, no que diz respeito à cobrança de taxas de corretagem.

Bancos

Há até poucos anos, os bancos concentravam uma parte bem maior dos investimentos realizados por pessoas individuais no mercado financeiro. Um dos efeitos da menor concorrência enfrentada pelos bancos foi o hábito de praticar taxas de corretagem relativamente altas.

Isso mudou um pouco com o surgimento das corretoras de valores com foco no digital. Ou seja, os bancos passaram a cobrar taxas menores. Ainda assim, elas costumam ser mais altas que as de corretoras, principalmente no caso de quem aplica como home broker.

Corretoras de valores

As corretoras de valores ganharam muito com o surgimento da internet e a possibilidade de oferecer soluções mais modernas e customizadas para seus clientes. Parte disso diz respeito às taxas de corretagem.
Atualmente, as principais empresas que oferecem plataformas de home broker têm soluções que incluem até mesmo taxa de corretagem zero em alguns casos. Isso sem falar em serviços como gráficos atualizados em tempo real, novos produtos financeiros, apps para celular e mais.

Taxas de corretagem das corretoras
Taxas de corretagem das corretoras

Qual corretora cobra menos taxas?

É difícil comparar as corretoras quanto à cobrança de taxas de corretagem. Afinal, elas costumam adotar modelos diferentes – valor fixo, percentual, híbrido e, em alguns casos, taxa de corretagem zero.

Além disso, as corretoras podem impor limites de operações por mês (ou por dia), oferecer descontos por volume de operações e aplicar taxas diferentes conforme o tipo de ativo ou em outras situações específicas.

Ou seja, quando tentamos comparar as taxas da Clear corretora com os custos de corretagem da XP, e então pesquisamos qual a taxa de corretagem da Rico, tudo pode parecer confuso. Além disso, há outras taxas que devem ser consideradas, como as taxas de liquidação e custódia.

É importante, então, avaliar as opções conforme o seu perfil de trader. Confira nos links a seguir a explicação das taxas nos sites da Clear, XP e Rico.

Como funciona a corretagem taxa zero?

Algumas corretoras passaram a cobrar taxa de corretagem zero, como forma de atrair mais clientes. Esse é o caso da Clear, que não cobra nada quando você compra ou vende ações, por exemplo. Além disso, você não paga taxa de custódia na Clear.

Mesmo quando você não pagar taxa de corretagem, não escapará, claro, de pagar taxas cobradas pela B3 e repassadas pelas corretoras. Esse é o caso, por exemplo, de emolumentos e das taxas de liquidação e registro.

Conclusão

A concorrência entre as diferentes corretoras e bancos tem baixado as taxas de corretagem praticadas no mercado. Além disso, modelos novos de cobrança têm surgido, o que inclui até mesmo a taxa de corretagem zero.
Então, uma boa pesquisa, que leve em conta seu perfil de negociação e cubra as principais instituições do mercado, pode fazer uma diferença enorme em seus custos operacionais. Faça a sua pesquisa e garanta que você está pagando um valor justo pelas suas operações.

Ads

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo