EstratégiasFerramentasInvestimentosOpções Binárias

Estratégias para Opções Binárias: suporteresistência

Um dos fundamentos da negociação de binárias envolve o uso de níveis de suporte/resistência. As linhas costumam ser plotadas em um gráfico para determinar a direção que um preço específico provavelmente seguirá.

Muitos traders, não acostumados a operar com price action, pensam que linhas de suporte/resistência são uma ferramenta complexa. Na realidade, esse é um método relativamente simples. Depois de entendê-lo, você terá uma ferramenta extremamente poderosa à sua disposição para executar operações lucrativas de opções binárias.

A seguir, mostraremos como usar suporte/resistência para fazer operações inteligentes. Incluímos aqui uma definição dessa técnica, uma exposição de sua importância e dicas úteis para saber identificar as linhas.

O que são linhas de suporte/resistência

A linha de suporte é o nível abaixo do qual o preço de um ativo não tem caído durante um período. Cada vez que o preço chega perto dessa linha, ele desacelera e muda de direção. Suponha que o preço de ações da empresa IBM tenha oscilado entre US$ 800 e US$ 900 recentemente. Nesse caso, US$ 800 representaria um suporte.

A linha de resistência representa o inverso. Ela marca o nível acima do qual o preço do ativo não tem conseguido subir em um certo período. Cada vez que o preço sobe em direção a esse nível, ele passa a desacelerar e, depois, a recuar. Usando novamente o exemplo da IBM, US$ 900 representaria o nível de resistência.

Se você estiver operando ativos como os do exemplo da IBM, pode analisá-los mês a mês. Se estiver negociando opções binárias no curto prazo, tudo muda de figura. Você deverá analisá-las em minutos. Caso não faça isso, poderá perder negociações interessantes.

Por que linhas de suporte/resistência são importantes

Os traders aplicam linhas de suporte/resistência para identificar padrões de preços. Esses padrões podem ser incrivelmente úteis para determinar a direção na qual os preços provavelmente irão se mover. Com esses sinais, traders podem executar chamadas e opções de venda a um nível alto de confiança.

Podemos usar nosso exemplo da IBM para demonstrar isso. Suponhamos que o preço de suas ações caia para US$ 800 e permaneça neste patamar por 25 minutos. Provavelmente, você sabe, pelo estudo dos gráficos, que esses ativos não costumam baixar dessa faixa. É provável, portanto, que os preços voltem a subir em algum momento. Ao comprar nesse valor, você tende a lucrar com a variação.

O inverso pode ser aplicado a uma operação de venda pela análise da resistência.

Como identificar níveis de suporte/resistência

A única maneira de chegar a níveis de preços que ofereçam suporte e/ou resistência confiáveis é mapear o preço do ativo. A forma mais prática de fazer isso é observando o gráfico de preço em uma série temporal. Você poderá notar os níveis para suporte/resistência bem desenhados, muitas vezes. Portanto, basta ver qual ponto mais alto ou mais baixo se repete com frequência. Opcionalmente, as plataformas de binárias costumam oferecer o recurso de acrescentar os níveis estimados de suporte/resistência.

Cada vez que o preço atinge um nível e se recupera, esse nível fica mais forte. Você pode esperar que o nível seja rompido em algum momento. Porém, quanto mais forte é o nível de suporte/resistência, mais provável que esse rompimento sinalize a formação de um novo nível em seguida.

Evite cair em níveis falsos de suporte/resistência. Os preços costumam oscilar em pequenas regiões localizadas entre os pontos altos/baixos reais da faixa de preço do ativo. Se você identificar erroneamente esses mini-bounces como formando níveis de suporte/resistência, você fará negociações ruins com resultados imprevisíveis.

Saber ler com esmero a posição do suporte ou da resistência de uma série de preços é um talento que os traders experientes desenvolvem ao ponto de torná-lo quase automático. Seu olho também poderá ficar treinado nesse nível. Depende apenas do tanto de estudo e prática que você dedicar ao tema da análise de tendências em opções.

Ads

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo