InvestimentosOpções Binárias

Opções binárias: de onde vem o dinheiro?

Como você já deve saber, as opções binárias são um tipo de investimento que tem alto potencial de retorno em um curto período de tempo. Por este motivo, é uma modalidade de operação do mercado virtual que tem ganhado muito destaque nos últimos anos e atraído investidores de todo o mundo, interessados em ganhar dinheiro.

Com a popularidade em alta também no Brasil, o formato de investimento em opções binárias baseia-se em fazer apostas da tendência de queda ou alta do preço de um determinado ativo, geralmente em curtos espaços de tempo, que podem variar de 15, 30 ou 60 segundos até 30 minutos. Ao operar em opções binárias, o investidor não precisa prever de quanto será a oscilação, e sim se o valor do ativo irá subir ou cair no período da operação.

A pergunta feita é: um ativo estará acima (ou abaixo) de um determinado valor em um determinado momento? O trader deve responder “sim” ou “não”. Caso o mercado se movimente de forma a confirmar a previsão do investidor, os lucros obtidos na operação podem chegar a 90% do valor da aposta – o que torna esta modalidade de investimento muito atrativa.

É importante mencionar que, da mesma forma, caso a suposição feita pelo trader no início da operação não se confirme, o investidor perde a totalidade do aporte. Em resumo: em opções binárias não existe meio termo ou perda parcial; ou você ganha tudo ou você perde tudo. Simples assim. É uma modalidade de investimento que opera 100% com base na premissa do “tudo ou nada”.

Mas, afinal, qual a origem do dinheiro do trading?

Curso de trader

Em caso de resultados positivos e que gerem altos lucros ao investidor, uma pergunta muito comum costuma ser feita: “de onde vem o dinheiro pago em operações de opções binárias?”.

Para tornar mais claro o entendimento desta pergunta feita por muitos investidores, vamos tentar antes explicar um pouco do funcionamento das corretoras de valores. As corretoras são, basicamente, empresas que conectam investidores com o mercado, disponibilizando as plataformas necessárias para negociações online. Essa intermediação se faz necessária pois os traders, enquanto pessoas físicas, não possuem acesso direto ao mercado de capitais e aos ativos financeiros neles negociados.  

Por exemplo, ao negociar uma opção binária com base em um par de moedas, as oscilações de preços aparecem no chamado mercado interbancário. Para poder acessar este mercado e realizar suas operações, o investidor precisa, necessariamente, dos serviços de uma corretora. Esta, por sua vez, concede acesso ao mercado interbancário em troca de taxas e/ou comissões.

No caso específico das opções binárias, as corretoras normalmente retém uma pequena parte dos fundos depositados pelos investidores. É, desta forma, que as empresas financiam suas atividades comerciais e ganham dinheiro. Para as corretoras, mais atividades comerciais significa mais comissões. Por isso, as empresas se esforçam para reter seus clientes na base e mantê-los constantemente operando em opções binárias

Ao operar em opções binárias, o investidor verifica os preços dos ativos exibidos na plataforma de negociação junto com o pagamento previsto. Porém, este pagamento não é calculado com base em uma porcentagem real, pois uma determinada parte que corresponde à comissão é retida pela corretora. Para que isso seja possível, o preço das opções binárias com as quais o investidor está negociando precisa ser ligeiramente superior ao do mercado. 

Outra forma da corretora ganhar dinheiro com as operações em opções binárias é por meio das atividades de negociação de sua cartela de clientes.

Como as corretoras ganham dinheiro 

Vamos supor que uma corretora de opções binárias possua uma base de 500 usuários e, destes, 250 desses desejam apostar que um certo ativo terá alta dentro de período determinado, fazendo um aporte de USD 100 cada. Neste mesmo exemplo, vamos supor que os outros 250 investidores clientes da mesma corretora querem apostar USD 100 cada que o mesmo ativo terá queda dentro do mesmo período. Isso significa que o montante total reunido na negociação é de USD 50.000. 

Na plataforma, o ativo negociado informa lucros de 80% caso a aposta seja confirmada. Terminado o período definido no início da operação, descobre-se que o valor do ativo subiu. Portanto, aqueles 250 traders que apostaram na alta, terminam a sessão de operação com USD$ 180 cada, enquanto os negociadores que erraram a previsão, perdem a totalidade de seus capitais investidos e terminam a sessão de operação zerados. 

Neste exemplo, a corretora faz um pagamento total de USD 45.000, o que significa que a corretora embolsou o valor de USD 5.000. Este foi apenas uma suposição para tornar visível uma das formas da corretora ganhar dinheiro em cima das operações. Agora, multiplique esse exemplo para 10 ou 20 sessões de negociações deste tipo a cada 24h, multiplicando a quantia para 5 vezes na semana durante 4 semanas. 

É importante, porém, destacar que o exemplo usado pressupõe que exista um equilíbrio entre os dois lados do mercado – o que não é um cenário 100% realista. De toda forma, o exemplo é capaz de ilustrar como as empresas de corretagem de opções binárias financiam suas atividades e obtêm lucros.

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. A conclusão é meio óbvia, até. Como em qualquer mercado financeiro, quem paga a conta são os maus investidores. Ou seja, o cara que investe mal e acaba bancando a corretora…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo