Forex

IPOs 2021: Saiba que empresas estrearam na bolsa este ano

Mesmo em meio às incertezas vividas na economia brasileira em 2021, muitas empresas decidiram lançar ações na bolsa de valores. Os IPOs 2021 incluíram, até o momento, empresas de setores e portes diversos. Muitos IPOs foram bem-sucedidos – outros, nem tanto. No entanto, o ano ainda não acabou, e os próximos IPOs 2021 podem movimentar o mercado acionário até os últimos dias de dezembro.

Neste artigo, contamos quais foram os principais IPOs 2021. Além disso, falamos sobre os próximos IPOs 2021 e o que esperar deles. Por fim, explicamos o que é um IPO bolsa 2021 e por que vale a pena ficar de olho nas próximas oportunidades.

Artigos relacionados

O que é um IPO?

IPO é uma sigla para Initial Public Offering – Oferta Pública Inicial, em português. Trata-se, portanto, da primeira operação de venda de ações de uma empresa no mercado financeiro. Nessa operação, a oferta é primária, ou seja, as ações são vendidas pela própria empresa, na bolsa, para quem estiver interessado.

Após o IPO, as ações da empresa passam a ser negociadas no mercado secundário – ou seja, não mais pela empresa – na bolsa de valores. Excepcionalmente, a empresa pode decidir realizar uma operação de follow-on, ou oferta subsequente de ações. Nesse caso, trata-se de uma emissão realizada por empresas que já têm o capital aberto.

Ao realizar um IPO, uma empresa está, na prática, abrindo o seu capital. Para realizar um IPO no Brasil, é necessário obter a autorização da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), cuja função é regular o mercado brasileiro de capitais.

Quais foram os IPOs 2021?

Até o momento, foram concluídos 36 IPOs em 2021. Entre os principais IPOs 2021, podemos destacar os da CSN Mineração e da Intelbras, em fevereiro, e o da Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), em julho, entre outras empresas importantes.

Confira a seguir a lista completa de IPOs 2021 já concluídos:

  • AgroGalaxy (AGXY3)
  • Armac (ARML3)
  • Bemobi Mobile Tech (BMOB3)
  • Blau Farmacêutica (BLAU3)
  • Boa Safra Sementes (SOJA3)
  • Brisanet (BRIT3)
  • Caixa Seguridade (CXSE3)
  • Clear Sale (CLSA3)
  • Companhia Brasileira de Alumínio – CBA (CBAV3)
  • Cruzeiro do Sul Educacional (CSED3)
  • CSN Mineração (CMIN3)
  • Desktop (DESK3)
  • Dotz (DOTZ3)
  • Eletromidia (ELMD3)
  • Focus Energia (POWE3)
  • Getninjas (NINJ3)
  • GPS Participações e Empreendimentos (GGPS3)
  • Grupo Vamos (VAMO3)
  • HBR Realty (HBRE3)
  • Hospital Mater Dei (MATD3)
  • Intelbras (INTB3)
  • Jalles Machado (JALL3)
  • Mobly (MBLY3)
  • Mosaico (MOSI3)
  • MPM Corpóreos (Espaçolaser) (ESPA3)
  • Multilaser (MLAS3)
  • Oceanpact Serviços Marítmos (OPCT3)
  • Oncoclínicas do Brasil (ONCO3)
  • Orizon Valorização de Resíduos (ORVR3)
  • Petrorecôncavo (RECV3)
  • Raízen (RAIZ4)
  • Smart Fit (SMFT3)
  • TC Traders (TRAD3)
  • Unifique (FIQE3)
  • Viveo (VVEO3)
  • Westwing (WEST3)

Além das IPOs dessas empresas, houve este ano as estreias da Getnet e da Wilson Sons na B3. No entanto, em ambos os casos, as ações foram lançadas de forma direta na bolsa, após reorganização societária.

Já na modalidade de oferta restrita – ou seja, não pública – ingressaram na bolsa a Infracommerce CXAAS (IFCM3), Três Tentos Agroindustrial (TTEN3), Livetech da Bahia Indústria e Comércio (LVTC3), Agrogalaxy Participações (AGXY3), Kora Saúde (KRSA3) e Vittia Fertilizantes e Biológicos (VITT3).

Quais são os próximos IPOs 2021?

Apesar de estarmos próximos do fim do ano, ainda há IPOs próximos de ocorrer. No entanto, não é possível afirmar que todos eles ocorrerão ainda em 2021.

Confira a seguir a lista com os próximos IPOs 2021:

  • Ammo Varejo
  • BMRV Participações (RV Digital)
  • Cantu Store
  • Captalys Companhia de Crédito
  • Cerradinho Bioenergia
  • Claranet Technology
  • Coty Brasil Comércio
  • Datora Participações e Serviços
  • Holding Verzani & Sandrini
  • Interplayers Soluções Integradas
  • Invest Tech
  • ISH TECH
  • JFL Holding
  • Monte Rodovias
  • Nubank
  • Superbid – SBPAR Participações
  • Trocafone
  • Vix Logística

De todos esses IPOs, o mais aguardado é, sem dúvida, o do Nubank. Diferentemente das outras empresas que esperam resposta da B3 para prosseguir com o IPO bolsa 2021, o Nubank lançará suas ações na bolsa de Nova York (Nyse) e ofertará BDR no Brasil.

Cancelamentos de IPO bolsa 2021

Apesar de o número de IPOs 2021 já ser o maior da história no Brasil, também houve muitos casos de interrupções ou cancelamentos. Na maioria dos casos, isso ocorre devido a um entendimento de que o mercado não oferece boas condições para o IPO no momento previsto. Com isso, muitas empresas decidem interromper ou mesmo desistir da abertura de capital na bolsa.

A ESG e a CSN Cimentos, por exemplo, pausaram suas ofertas. O mesmo ocorreu com a rede de lanchonetes Madero. Houve até mesmo casos de empresas que chegaram à fase de realização de reservas de ações, mas mesmo assim interromperam suas operações.

Quanto às desistências, alguns exemplos que chamaram a atenção foram os da Kalunga, da Lupo e da LG Informática. No entanto, o número total de desistências ultrapassa as 50 ofertas, até o momento.

De certo modo, o fato de no mesmo ano ter havido um recorde de IPOs e um grande número de cancelamentos de ofertas reflete os dois momentos diferentes do mercado de ações brasileiro em 2021. Até a metade do ano, com a Taxa Selic baixa e a expectativa de retomada da economia, havia muito otimismo no mercado. Com o passar do tempo, a frustração com o desempenho econômico e a alta da Selic reverteram essas expectativas.

Image

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detected

Por favor, desactivar o ADblock. Caso contrário, não poderemos mostrar toda a beleza do conteúdo desta página.