FerramentasInvestimentosOpções BináriasSinais

Linhas de suporte e resistência em Opções Binárias

Quando falamos em análise técnica de binárias, existem diversos métodos diferentes que são frequentemente usados. Um desses métodos é conhecido como suporte/resistência. Esse método não é de forma alguma usado exclusivamente para opções binárias, mas também na análise de opções clássicas (derivativos primários), preços de ações e taxas de câmbio (negociação Forex).

Em sua essência, esse método de análise envolve o exame da evolução do preço do ativo subjacente para encontrar certos pontos ou linhas de resistência e suporte. Esses pontos ou linhas devem ser capazes de fornecer informações importantes para o trader planejar seus passos.

Entendendo as linhas de suporte

Linhas de suporte, neste caso, são as linhas que os investidores e especuladores mais otimistas sempre gostam de ver. Se um preço atinge uma linha de suporte, a probabilidade de que o preço não caia abaixo dessa linha é, em média, maior do que de que isso ocorra. Ao mesmo tempo, se o preço realmente passar dessa linha, cairá ainda mais.

Artigos relacionados

Mas de onde surge essa linha? É relativamente fácil estabelecer as linhas de suporte em um gráfico. Por exemplo, se os analistas observam os preços de um ativo subjacente durante um ano, são capazes de notar certos comportamentos. Durante esse período, podem notar que, normalmente, os movimentos de queda do preço desse ativo param de cair a um determinado ponto.

O cenário poderia ser como neste exemplo: o preço de uma ação caiu de 50 dólares para 40 dólares em alguns poucos dias. Se, apesar da tendência de queda, o analista notar que o preço dessa moeda não tem caído abaixo da marca dos 40 dólares com muita frequência em um período observado, poderá então traçar uma linha de suporte neste ponto. Inclusive, o trader poderá entender a chegada do preço aos 40 dólares como um sinal importante de negociação.

Para o trader que especula no mercado binário com o ativo subjacente examinado, isso significa que, quando o nível dos 40 dólares for atingido, ele deverá comprar binárias com esse ativo subjacente. Afinal, ele verá uma probabilidade maior de que o preço não caia abaixo do ponto de suporte, da mesma forma como ocorreu no passado, mas sim aumente ligeiramente – o suficiente para seu acerto. Já se o preço não interromper sua tendência de baixa ao atingir a linha de suporte, também é um sinal de negociação. Nesse caso, é provável que a tendência de queda continue.

Entendendo as linhas de resistência

blank

O oposto das linhas de suporte são as linhas de resistência. No caso dos níveis de resistência, cujo comportamento se assemelha (de forma espelhada) ao das linhas de suporte, é difícil para o preço quebrar a linha em sentido de alta. Também se diz que determinado preço, por exemplo, representa uma resistência comparativamente difícil de quebrar.

Por exemplo, uma linha de resistência pode representar uma alta anterior que nunca foi excedida. Enquanto os traders que gostam de comprar na alta estão propensos a ficar felizes com o alcance das linhas de suporte, as linhas de resistência são mais gratificantes para os investidores que especulam pela queda dos preços.

Se um preço atinge a linha de resistência, então, é maior a probabilidade de que essa linha não seja cruzada e que o preço volte a cair um pouco. O sinal de negociação seria, portanto, claramente para vender quando uma linha de resistência fosse alcançada. Nesse caso, o negociante de binárias especularia sobre a queda do ativo subjacente.

Tanto as linhas de suporte quanto as linhas de resistência não precisam ser necessariamente linhas ou um ponto específico do período de análise do gráfico. Às vezes, podem assumir a forma de um intervalo dentro do qual o preço costuma variar com maior frequência. Ou seja, quando se ultrapassa os limites desse intervalo, ocorre uma queda ou uma alta mais intensa do valor do ativo.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo